Conhecer para entender e entender para incluir.

Erro
  • Unable to load Cache Storage: database
  • Unable to load Cache Storage: database
  • Unable to load Cache Storage: database
  • Unable to load Cache Storage: database

Sobre a AMA-Ba

Logomarca ABA-A Associação de Amigos do Autista da Bahia , com Sede em Salvador, é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP),sem fins lucrativos, com sede e foro na cidade de Salvador – Bahia. Com seu Estatuto registrado em Cartório sob nº 13452 folha, 279 livro A-10 Salvador 21 de março de 2003.

Histórico da Escola

Sabe-se que a trajetória percorrida pelas famílias que tem filho com a Síndrome do Autismo não é muito diferente. Todos, no mínimo, já passaram por diversas escolas regulares (particulares e públicas) e também por escolas especiais.

Foi esta dificuldade, de encontrar uma escola que atendesse às necessidades específicas dos autistas, que proporcionou a formação de um grupo de estudos a respeito do Autismo e, logo em seguida, surgiu o desejo de formar uma Associação.

Inicialmente o grupo reunia-se na Clínica de Estudos e Atendimento Neurológico, situada na Praça dos Ex-combatentes, nº 02, Bairro de Amaralina, na cidade de Salvador, Estado da Bahia. O espaço foi cedido pela Fonoaudióloga Ivalda Cesarino. A cada nova reunião, surgiam novos pais e profissionais interessados na causa do autismo.

As reuniões motivaram a busca por um espaço mais amplo de trabalho para as crianças e jovens autistas. Resolveu-se criar uma Associação que pudesse proporcionar a inclusão na sociedade. O nome AMA-Ba foi proposto, por ter essa entidade posição de destaque na história no Brasil com respaldo nacional e internacional na educação de autistas.

2003

Em 21 de março de 2003, a AMA-Ba teve o seu reconhecimento em cartório. Uma casa foi alugada e iniciou-se a busca de parcerias com instituições públicas e privadas. A primeira parceria foi realizada junto a PETROBRAS, que proporcionou a reforma do espaço físico, a aquisição de telas de proteção, alambrado da piscina, mobiliário escolar para os alunos, pagamento do aluguel da casa e demais recursos para início dos trabalhos. Esta parceria proporcionou o início do atendimento aos primeiros alunos.

2004

Em março de 2004, a AMA-Ba trouxe para  Salvador a Psicopedagoga Valéria Llacer, que ministrou o  primeiro curso do programa TEACCH (Tratamento e Educação da Criança Autista e com Déficit Correlacionado a Comunicação) e avaliou 14 autistas.

A Empresa Millennium, hoje Layodelle, foi a segunda empresa a acreditar na causa do autismo, doando bolsa de estudo para a entrada de mais dois alunos.

A parceria com a Secretaria de Educação do Estado da Bahia foi publicada em setembro de 2004 em Diário Oficial, assinada pela então Secretária de Educação Profª Anaci Pain e apoiada pela então Secretária de Educação Especial do Estado, professora Tânia Borges.

Desde os primeiros momentos de sua formação, a AMA-Ba mantém contatos para formação de parcerias, as quais são fundamentais para a continuidade dos trabalhos.

O criador do “Fala Menino” (personagens da vida real, geralmente crianças especiais, transformados em desenhos de histórias em quadrinhos) Luis Augusto, em parceria com AMA-Ba, cedeu a imagem do personagem “Matheus” para ser o símbolo da Associação.

Iniciou-se, em abril de 2004, o atendimento com os primeiros alunos, tomando como base a avaliação individual. A partir daí foi criado o currículo funcional específico de cada um, visando o desenvolvimento dos trabalhos. Para isso, foram criados e confeccionados diversos recursos pedagógicos, adaptados ao nível de  complexidade de cada aluno.

No ano seguinte, efetivou-se a parceria com a Secretaria de Educação do Município (cessão de professores), através do Professor Ney Campello.

A comunidade escolar, ao longo de sete anos, foi construindo sua identidade, acumulando experiências. Começou com 04 e hoje atende a 108 alunos.

2006-2007

Em dezembro de 2006, aconteceu um fato histórico para a nossa AMA-Ba. Foi aprovado, por unanimidade, um projeto de Lei que protege e ampara o autista, uma vez que não existiam políticas públicas neste sentido. Em 23 março de 2007, a Lei foi então assinada e passa a vigorar em todo o Estado da Bahia.

Em setembro de 2007, a AMA-Ba conseguiu montar o primeiro Centro de Intervenção Precoce filantrópico da cidade.  Com a parceria da Vida Brasil, tivemos a oportunidade de equipar melhor a sala de intervenção. Atualmente, todas as crianças que participaram do trabalho estão em escolas regulares e frequentam o Centro de Apoio da AMA-Ba.

2008

Em dezembro de 2008, a Instituição ganhou do Prefeito da cidade de Salvador, João Henrique Carneiro, um terreno situado no bairro do STIEP, para construir o sonho de todos os pais de autistas: o Centro Educacional da AMA-Ba.

A formação dos educadores que trabalham na AMA-Ba acontece através de cursos patrocinados pelos conveniados ou cursos promovidos pelo próprio Centro da AMA-Ba.

Foram elaborados folders informativos, cartilhas e cartazes com a finalidade de esclarecer a população acerca do autismo. A AMA-Ba esteve presente em diversas faculdades em São Paulo (Pirassununga), Paulo Afonso, Vitória da Conquista, Feira de Santana e diversas outras cidades do interior levando, através de cursos e palestras, informações sobre o autismo.

2011

Ressaltamos também a existência de uma Lei Municipal (Lei 71/2011) publicada no Diário Oficial do Legislativo, na sexta-feira, dia 08 de abril de 2011- Câmara Municipal de Salvador. As duas Leis citadas são de extrema importância para os familiares de Pessoas Autistas, pois ambas possibilitam o futuro, a dignidade e a inclusão dos autistas.

Está cada vez mais perto de ver aprovado o PL nº 1631/11 que instituirá a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista – TEA. É um projeto de lei Federal, fruto de um movimento inédito no país, com fundamental apoio de pais, familiares, amigos e profissionais de diversas áreas dedicados a causa das pessoas com autismo. Todos estão à disposição para ajudar e trazer DIGNIDADE  a esses CIDADÃOS de nosso Brasil.

Esta história reafirma o compromisso assumido e ratifica a identidade do Centro, que busca cumprir seus compromissos no processo de inclusão.

AMA-Ba - Associação de Amigos do Autista da Bahia

Copyright © 2015.Todos os Direitos Reservados.